CNA apresenta demandas do agro ao ministro da Infraestrutura

O presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), João Martins, se reuniu, na quarta (14), com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, e apresentou as principais demandas do setor para melhorar o escoamento da produção agropecuária no país.

A pauta da CNA inclui questões relacionadas às rodovias, ferrovias, hidrovias, portos e cabotagem. O superintendente técnico da CNA, Bruno Lucchi, detalhou os principais pontos e disse que uma das prioridades é a ampliação do acesso aos portos da região do Arco Norte, que engloba boa parte da produção do Centro-Oeste, Norte e Nordeste.

“As prioridades do setor são as prioridades do ministério e, tenho certeza, vamos disponibilizar a infraestrutura que o agro tanto necessita”, afirmou o ministro.

Freitas listou algumas ações de seu governo, como a assinatura recente de contrato de concessão da Ferrovia Norte-Sul e a conclusão do trecho da BR-163 que liga Mato Grosso ao Pará, que deve acontecer ainda neste ano. “Estamos caminhando a passos largos para melhorar a infraestrutura”, completou.

Para o presidente da Comissão Nacional de Infraestrutura e Logística da CNA, Mário Borba, a BR-163 poderá baratear o custo do transporte para o produtor, além de outras iniciativas como a dragagem no Rio Madeira e o derrocamento do Pedral do Lourenço, no Pará. “Nossas pautas são semelhantes às do ministério. Há diversas ações em andamento e esperamos grandes avanços para o agronegócio brasileiro”, ressaltou.

Participaram do encontro o 2º vice-presidente da CNA, deputado José Mário Schreiner, o diretor-geral do Senar, Daniel Carrara, o presidente da Federação da Agricultura, Pecuária e Pesca do Estado do Rio de Janeiro (Faerj), Rodolfo Tavares, e o presidente do Instituto CNA, Roberto Brant.

Fonte: https://www.noticiasagricolas.com.br